A secretária da associação dos Lixeiros era funcionaria do Ministério Publico infiltrada.

a operaçãoAssociação das empresas de Lixo tem sua sede na cidade de Novo Hamburgo, onde os empresários do setor se reunião com objetivo de fraudar licitações nas cidades  Gauchas, mas eles não contavam com a astúcia do Ministério Público, que infiltrou uma funcionaria do ministério  na associação do Lixo,  com um único propósito, colher provas para a investigação para embasar o  pedido de prisão preventiva dos Mafiosos  do Lixo.

Deixe seu comentário