Vereador Ildo Salvi, eu já Sabia qual seria a decisão do MP de Lajeado.

estacionamentoO vereador de Lajeado Ildo Paulo Salvi encaminhou denuncia ao Ministério Público de Lajeado, a respeito da famigerada concessão  do estacionamento rotativo das vias públicas de Lajeado.

Mas para mim deu a lógica, eu tinha certeza que  novamente o  Ministério Público de Lajeado  não abriria  processo para pelo menos investigar e esclarecer o caso.

Foi assim com o caso do lixo, com a denuncia do vereador e atual presidente da câmara de Vereadores Carlos Eduardo Ranzi a respeito do delituoso contrato da UPA, e não seria diferente no caso da concessão do estacionamento rotativo

Os cidadãos de Lajeado não podem computar com o Ministério Publico quando assunto envolve administração de Lajeado.

Eu sugiro que não percam tempo quanto tiverem algo a denunciar, levem direto ao procurador Dr. Geraldo Costa da Camino do  Ministério Publico do Estado do Rio Grande do Sul , junto ao Tribunal de Contas do Estado do Rio Grande do Sul com sede em Porto Alegre.

É assim que tenho feito há dois anos, desde quanto não obtive a resposta esperada do Ministério Publico de Lajeado, os mesmos documentos que não deram a abertura de processo no MP de Lajeado, mandados o MP Estadual em Porto Alegre deu inicio em 30/07/2013 ao processo de improbidade administrativa do Prefeito Luis Fernando Schmidt.

 O processo   esta disponível    no site TCE/RS, processo que pode ser consultado pelo n° 89240200/13-8. 

É muito estranha a matéria dos jornais locais, dando conta que esta tudo legal e que o Promotor  teria revisado o edital antes de ser publicado, pelo que eu sei o ministério público é proibido  de dar assessorias ou consultoria.

 

Deixe seu comentário