NÃO É IGNORÂNCIA, É DESONESTIDADE.

O que mais se exige desses novos quadros que assumiram o governo de Lajeado é, como parte de conduta moral, ética e honestidade.  Tenho ódio e nojo também da falta dela.  É o que eu esperava dele.  É o que eu pratico.

O prefeito de Lajeado  passou a ser prefeito do seu partido, o PT.  Sua entrada  na administração de Lajeado, no entanto, não condiz com o que se poderia esperar.   Para ficar em sintonia com a direção Estadual do PT ele se submete à falta de escrúpulos de seu partido e das empresas que abastecem o PT ESTADUAL E NACIONAL com dinheiro para as suas campanhas.  Na mesma linha, aliás, do governo Federal, outra realidade  da política, que durante a campanha para a prefeitura Luiz Fernando não teve escrúpulos em fazer propostas e afirmações que sabia serem irreais ou inverídicas.

O prefeito se apresenta nos programas de radio dizendo que esta mudando o modo de administrar Lajeado, afirmando  a falta de planejamento das administrações anteriores    Desonestidade intelectual.

O povo de Lajeado  sabe disso.  Não é ignorância.    O candidato com essa conduta, submetendo-se à falta de escrúpulos de seu partido, entra no rol dos mesmos que transformaram a nossa vida política no que ela é.  É frustrante e, mais uma vez, me dá ódio e nojo.

 

Deixe seu comentário