Cortes para cobrir diesel mais barato atingem educação e saúde

cliO cancelamento de R$ 3,82 bilhões de dotações orçamentárias para viabilizar a redução no preço do diesel, acertada pelo governo federal com os caminhoneiros, atinge todos os ministérios, inclusive os da Saúde e Educação.

Os valores já estavam contingenciados, mas agora foram cancelados –ou seja, mesmo que os recursos fiquem disponíveis no governo federal, eles não poderão mais ser usados.

Os cortes incluem um programa de fortalecimento do SUS, o Sistema Único de Saúde, e bolsas do Proies, programa de estímulo a instituições de ensino superior.

 

Deixe seu comentário