NÃO HAVERIA GREVE SE A GANÂNCIA FOSSE MENOR

cliOs custos para acabar a greve dos caminhoneiros, estimados em R$10 bilhões, correspondem a apenas 30% do lucro previsto pela Petrobras para 2018, de cerca de R$30 bilhões.

Se a ganância da estatal fosse um terço menor, não haveria greve: seu lucro somou R$7 bilhões em três meses (janeiro a março), garantido pelos aumentos quase diários dos combustíveis que fizeram os caminhoneiros parar o País.

O lucro bilionário da Petrobras serve para pagar dividendos a acionistas. Mas o maior acionista fica de fora: o povo brasileiro.

O lucro da Petrobras não decorre de eficiência, mas da dolarização criminosa dos combustíveis. A estatal é campeã de ineficiência.

 

Deixe seu comentário