O BRASIL NÃO TEM JEITO

WESLEYJoesley Batista foi solto por “excesso de tempo” de prisão preventiva.

Ele revelou haver subornado 1.800 políticos ou agentes públicos, aliciou procurador do Ministério Público Federal e ainda se aproveitou do próprio escândalo para manipular o mercado de ações e de dólares.

 

Deixe seu comentário