Os ex-presidentes Sarney, Collor, FHC, Lula e Dilma têm 40 assessores vitalício, à disposição pagos por você contribuinte

ex preA  Câmara vai analisar projeto que acaba com o direito vitalício de ex-presidentes de manter oito assessores pagos pela União.

Mesmo presidentes que foram cassados, como Fernando Collor e Dilma Rousseff, podem ter quatro seguranças, dois carros com motoristas e dois ajudantes.

Somando os cinco ex-presidentes vivos José Sarney, Collor, FHC, Lula e Dilma, são 40 assessores, ao custo anual de R$ 5,5 milhões, que você, contribuinte, paga.

 

 

Deixe seu comentário