O MISTÉRIO DOS ATAQUES SONICOS EM HOTEIS DE CUBA.

CUBAOS EUA decidiram retirar a maior parte de seus diplomatas e funcionários da embaixada em Havana.

O governo americano diz que ataques com tecnologia não identificada causaram perda de audição ou equilíbrio, náusea, dificuldades para dormir e dores de cabeça a pelo menos 21 funcionários do Departamento de Estado em Cuba.

Todos os ataques, segundo os EUA, ocorreram em hotéís e não na embaixada. Inicialmente, suspeitava-se do uso de armas sônicas na ação.

O regime de Raúl Castro diz não ter nada a ver com a história, e os próprios americanos não descartam a ação de um terceiro país.

 

Deixe seu comentário