SE O PODER JUDICIÁRIO NÃO ACABAR COM A CORRUPÇÃO, ELES OS MILITARES TERÃO QUE PÔR.

GENERALNo curso de uma palestra proferida em um templo Maçônico, em Brasília, o General de Brigada Antônio Hamilton Mourão, Secretário de Finanças do Exército, externando seu entendimento pessoal como cidadão, disse com outras palavras que se o Poder Judiciário não pusesse fim à corrupção, à roubalheira e ao desmando dos quais decorrem a falência da grande maioria das instituições no Brasil, eles, os militares,   terão que “impor isso”.

Não há nada de errado em falar assim. Por acaso, por ser um cidadão como outro qualquer não pode o General pensar desta forma? Não pode desejar que se faça justiça, antes que seja tarde demais?

 

Deixe seu comentário