Secretário do Uruguai que apoiava Lava Jato é encontrado morto

diasO secretário nacional antilavagem do Uruguai, Carlos Díaz, foi encontrado morto ontem à noite, na piscina de sua casa, segundo a imprensa local.

Díaz apoiava a Lava Jato e negociava um acordo formal de colaboração com o Ministério Público brasileiro.

Pelo menos duas contas secretas de investigados pela Lava Jato foram localizadas no Uruguai: uma de Nestor Cerveró e outra de Sérgio Cabral.

A polícia uruguaia ainda investiga a causa da morte.

 

Deixe seu comentário