Archive for Agosto, 2015

Pensando bem Schmidt deveria ser inserido no cadastro de proteção ao crédito.

Sábado, Agosto 29th, 2015

creche dia

Schmidt deveria ser inserido no cadastro de proteção ao crédito, ainda está devendo tudo que prometeu durante a campanha, por  exemplos, creche nos 12 meses do ano,  creche no horário noturno, em três anos de administração não consegui construir  uma única nova creche  e assim por diante.

images

Pesquisas internas de partidos da situação, mostram que qualquer candidato do PP venceria Schmidt e Schumacher livraria larga vantagem.

Sexta-feira, Agosto 28th, 2015

pensandoPesquisa para consumo interno dos partidos ligados ao atual governo de Lajeado, mostram que as intenções de voto para prefeito de Lajeado, são favoráveis a todos os pré candidatos do PP que vierem para a disputa de 2016, sendo que três nomes do PP que constam na lista, em qualquer cenário venceriam Schmidt, mas o melhor desempenho seria de Schumacher com uma ampla vantagem.

Já quando o cenário é realizado com o Vereador Sergio Kniphoff PT,  ao invés do prefeito Schmidt apenas Schumacher chega à frente, no caso da ex prefeita Carmem Regina do PP aconteceria um empate técnico com o vereador Kniphoff do PT.

A curiosidade fica por conta do baixo índice de intenções de voto para o atual prefeito Schmidt, que não ultrapassou  os 10% , é um indicio de grande rejeição do seu governo, haja visto que Schmidt foi eleito com 70% dos votos dos lajeadenses.

OS TROFÉUS DE AMADORISMO E DA INCOMPETÊNCIA CONTINUAM COM O PREFEITO SCHMIDT DE LAJEADO.

Quinta-feira, Agosto 27th, 2015

boquinasO prefeito de Lajeado Schmidt  continua conquistando os troféus de amadorismo e de incompetência administrativa e política, agora ao mandar para câmara projeto que cria 159  cargos de confiança, questionada pela Procuradoria Geral de Justiça do RS em ação de inconstitucionalidade e com alterações  de categoria dos CCs e  aumentando dos salários de CC, com isto  elevando  o custo operacional do  município, tudo para manter companheiros  incrustados no poder sem querer perder a mamata.

O governo da professora Carmem Regina possuía 119 cargos de confiança, o prefeito Schmidt assumiu e passou para 178, a justiça determinou que destes 115 devessem ser extintos, por tratar de cargos a ser ocupadas por meio de concurso público de funções de carreiras, mas o SR. prefeito Schmidt resolveu ludibriar a justiça e a população de Lajeado, em uma espécie de arranjo mandou para câmera de vereadores nesta terça feira uma lei criando 159 novos cargos de confiança,  ele cita como se fosse  uma  situação de regularização dos cargos de confiança.

Mas pasmem aproveitando à ocasião Schmidt aumentou os valores dos salários dos seus CCs, como exemplos,  assessores   passando  a ganharem salários R$ 9.322,36 por mês e secretários R$ 8.651,91.

A briga é grande entre PT e PMDB para ficarem com seus lugares.

Para recuperar a credibilidade e retirar Lajeado do buraco em que se encontra, só mandando passear  os parvos do PT.

Fácil não será, tendo em vista a necessidade de impedir o esfacelamento do município.

Em suma, o amadorismo e incompetência continuarão frequentando os corredores da prefeitura de Lajeado por mais 16 meses.

Pois é. Acabou tudo. A mediocridade ocupou todos os quadrantes da prefeitura de Lajeado.

Três dos dez rios mais poluídos do Brasil estão no RS .

Quarta-feira, Agosto 26th, 2015

sinos1-jackson_muller Entre os 10 rios mais poluídos do Brasil, segundo o IBGE, estão três gaúchos: Caí, Gravataí e Sinos.Isto significa  33% dos 10 rios mais poluídos do Brasil.Ainda bem que o rio Taquari não chegou a este ponto.                                    RIO DOS SINOS

“Isto também passa’.

Quarta-feira, Agosto 26th, 2015

istoHá muitos e muitos anos, quando eu tinha vida pública e começava a me entusiasmar em demasia , fui a um posto de gasolina e vi escrito em um pára-choque de caminhão a frase: “Isto também passa”. Vesti a carapuça.  Por um bom par de anos, a frase ficou na minha memória.

Hoje ela me retornou as minhas idéias, porque o que o PT esta fazendo “Isto também passa” só dependera de nos cidadãos Brasileiros e lajeadense.

Comércio de Catantuvas/SP Fecharam as portas, em protesto a visita de Dilma a cidade.

Quarta-feira, Agosto 26th, 2015

alckminAs manifestações populares ocorridas hoje em Catanduvas, interior de São Paulo,  em protesto contra a visita de Dilma Roussef à cidade.

Dilma foi entregar casas do seu programa Minha Casa, Minha Vida.

Os manifestantes desfilaram com bandeiras, faixas de protesto e vaias.

À medida que a passeata percorria as ruas centrais de Catanduvas, os comerciantes iam fechando as portas das suas lojas para apoiar os protestos.

Comércio de Catantuvas/SP Fecharam as portas, em protesto a visita de Dilma a cidade.

Quarta-feira, Agosto 26th, 2015

dilma alkAs manifestações populares ocorridas hoje em Catanduvas, interior de São Paulo,  em protesto contra a visita de Dilma Roussef à cidade.

Dilma foi entregar casas do seu programa Minha Casa, Minha Vida.

Os manifestantes desfilaram com bandeiras, faixas de protesto e vaias.

À medida que a passeata percorria as ruas centrais de Catanduvas, os comerciantes iam fechando as portas das suas lojas para apoiar os protestos.

 

 

Pai de Collor, matou a tiros no plenário , o senador José Kairalla em 1963.

Terça-feira, Agosto 25th, 2015

arno de melloNo dia 4 de dezembro de 1963, o então senador Arnon de Mello (PDC-AL), pai do ex – presidente Fernando Collor de Mello e atual senador por Alagoas, disparou contra o seu inimigo político, o senador Silvestre Péricles (PTB-AL), dentro da Câmara. O projétil atingiu outro senador, José Kairala (PSD-AC), que morreu horas depois no hospital. Era o último dia de trabalho de Kairala. Arnon não sofreu nenhuma punição pelo assassinato.

Arno de Mello tinha rixa política com o senador Silvestre Péricles, que prometeu matá-lo. Foi armado para o plenário da câmara e, após provocar Péricles, reagiu à tentativa de agressão do senador disparando sua arma contra ele. O adversário conseguiu se abaixar e outro senador, José Kairala foi atingido e faleceu horas depois no hospital.

Arno de Mello foi reeleito senador em 1970 por votação direta. Faleceu em 1983, filiado ao PDS e cumprindo mandato de senador de Alagoas

Com um déficit financeiro de R$ 8 milhões, prefeitura de Lajeado quer suspender os calçamentos comunitários de 2015.

Terça-feira, Agosto 25th, 2015

sturmeComo o governo do PT de Lajeado vai explicar para população a situação de precariedade financeira em que se encontra a prefeitura, principalmente para  quem passou  duas décadas criticando as administrações de Schumacher e  Carmem Regina, por  possuir  uma poupança de R$ 15 MILHÕES  todo o mês a disposição  nas contas bancarias da prefeitura, usado  como reserva para  cumprir com as obrigações assumidas ou eventuais.

A atual sinistra administração de Lajeado comandada pelo prefeito Schmidt e Wilsinho do PT/PMDB, se encontra em maus lençóis, desde junho a prefeitura está amargando um déficit no caixa em torno de R$ 8 milhões, déficit que já levou o prefeito a decretar turno único para economizar recursos faltando ainda quatro meses para o termino de 2015.

A administração do prefeito Schmidt em uma ação de desespero deverá suspender todos os calçamentos comunitários e associativos já programados e autorizados pela Câmara de vereadores para 2015.

Esta foi à forma encontrada pela administração, ou seja,  não realizar mais obras de calçamentos que dependem de recursos do próprio município, é  uma tentativa desesperada para tentar  chegar em  dezembro com o mínimo déficit possível.

O certo é! Aonde tem PT administrando, acaba virando país, estado e cidade  desmantelado.

TCE, MP, MPC e legislativo precisam investigar porque a administração de Lajeado pagou R$ 240,00 o metro para pavimentação de asfalto do PAC2 e R$ 115,00 para a obra do BADESUL

Segunda-feira, Agosto 24th, 2015

pacasfSuperfaturamentos sistêmicos podem chegar a o dobro do valor real das pavimentações de asfalto na prefeitura de Lajeado.

Os gasto milionário com obra de pavimentação do PAC2 de 14 ruas de Lajeado, que chegaram a R$ 20 milhões, com custo unitário de algumas ruas entre  R$ 180,00 e R$ 240,00 o metro quadrado merece  ser investigados pelos órgãos competentes.

Porque não é possível admitir que 3 meses após a licitação do PAC2 a prefeitura realiza uma nova licitação através do financiamento do BADESUL  e o valor da pavimentação de asfalto caiu para  R$ 115,00 o metro, ou seja menos da metade.

A primeira amostra dos absurdos valores que a prefeitura esta pagando na obra do PAC2 causou choque entre integrantes das empresas participante da licitação com financiamento do BADESUL na semana passada.

E vale lembrar que o valor de R$ 115,00 é o mesmo que vinha sendo pratica pelo governo da prefeita Carmem Regina e que a oposição liderada pelo PT achava ser superfaturado.

O TCE tem parâmetros de preços de referência do mercado, mas neste caso o parâmetro não precisa ser usado, pois é um absurdo dizer para os proprietários     dos imóveis pavimentados com financiamento do PAC2, que  deverão pagarem o dobro do preço com referência aos que foram contemplados com pavimentações do financiamento do BADESUL.

Sugiro a Câmara de Vereadores que solicite a suspensão das obras do PAC2, até que seja esclarecido esta  diferença absurda para realização de obras equivalentes.

É preciso que o legislativo tenha acesso às planilhas de custo a serem pagos nas obras do PAC2 e do BADESUL.

As distorções são gigantescas,  a mesma  tubulação executada na obra do PAC2 custa o dobro que na obra do BADESUL.

Não é desconfiança é a certeza de que as  empresas  formaram o consorcio (cartel)  para  conseguir acertar o preço superfaturado exigido pela própria administração e para isto acontecer, o governo de Lajeado por  4 vezes suspendeu a licitação, até que houve o acordo do consorcio de empresas para não haver disputa de preço na licitação.

Nos meios políticos é citado que a licitação do PAC só foi concluída após o fato de Um milhão e duzentos mil reais para Lajeado e Um milhão e duzentos para  Brasília.